Como vender mais a partir do Marketing de Conteúdo

“Qual é o principal objetivo da sua empresa neste ano?” Se essa pergunta fosse feita por 100 anos consecutivos, talvez a resposta fosse sempre a mesma: vender mais.

Esse é o objetivo maior de qualquer negócio, e em torno dele gira todo o resto, que inclui aumentar a produtividade, motivar os colaboradores, montar equipes capacitadas e assim por diante.

Uma das estratégias que têm se mostrado mais eficientes para aumentar as vendas de qualquer negócio é o marketing de conteúdo.

Aliás, você provavelmente já ouviu falar bastante dele e de como o seu orçamento de marketing vai ser tomado quase que completamente por ele em breve.

Quer fazer parte do seleto grupo de 70% das empresas do Brasil que investem em marketing de conteúdo? Então fique atento a este passo a passo:

O que é marketing de conteúdo

Marketing de conteúdo é, basicamente, uma forma de atrair mais clientes e fidelizar os que já compram da empresa ao produzir conteúdo que seja relevante e interessante para esse público. Simples, não?

Na prática, o marketing de conteúdo pode ser feito de várias formas e por meio de diferentes canais. Alguns mecanismos que fazem parte dele incluem:

  • e-books;
  • envio de newsletters;
  • infográficos;
  • posts de blog;
  • redes sociais;
  • vídeos.

Percebe como o marketing de conteúdo é amplo? Apesar disso, ele tem o poder de ser extremamente segmentado e personalizado.

Dessa forma, você consegue alcançar o maior número de pessoas com o conteúdo certo e na hora certa para cada uma delas.

Quando o conteúdo é de qualidade, a tendência é que seja consumido, compartilhado e aumente a credibilidade da marca diante dos clientes e dos parceiros em potencial.

Por que o marketing de conteúdo se tornou tão popular

O conceito do marketing de conteúdo já é bem atrativo, mas não foi só isso que o colocou no patamar em que está hoje, como um dos principais tipos de marketing existentes.

Veja 3 motivos que fazem do marketing de conteúdo esse fenômeno que é atualmente:

Simples de implementar

O marketing de conteúdo, apesar de ser bem rico em recursos e variedade de abordagens, é muito simples de implementar. Para iniciar, são relativamente poucos passos:

Você pode escolher se vai realizar essas ações internamente ou se vai terceirizar o serviço. Mas, de qualquer modo, poderá ter a sua estratégia rodando em pouco tempo.

Essa agilidade facilita também na hora de ver os primeiros resultados, que exigem certa paciência por não aparecerem da noite para o dia.

Fácil de medir os resultados

Depois de decidir os resultados que espera alcançar, é preciso encontrar formas de medir o quanto está perto de atingi-los, não concorda?

Com o marketing de conteúdo, essa tarefa é bem simples, e você pode escolher uma série de indicadores para analisar precisamente o desempenho do seu blog.

Entre as métricas que podem ser acompanhadas, estão:

  • crescimento em assinaturas de newsletter;
  • número de vendas;
  • tempo gasto no site;
  • tráfego do blog e do site;
  • entre outras.

Bom investimento a longo prazo

Outro fator positivo é que o conteúdo não tem prazo de validade. Ele pode ser tão relevante no dia do lançamento quanto alguns anos depois. Que outra ação de marketing dura tanto tempo assim?

Nós, aqui na Rock Content, somos prova viva disso: já conseguimos quase R$ 500 mil com apenas 1 blog post!

O que isso mostra? Que o conteúdo perene, uma constante do marketing de conteúdo, faz dele um bom investimento a longo prazo.

O apelo do conteúdo para gerar vendas

O que ainda não entra na cabeça de muita gente (e pode ser que você esteja entre essas pessoas) é onde, exatamente, está o apelo do conteúdo para gerar vendas.

Essa dúvida faz sentido, afinal, como é que ler um post do seu blog vai deixar alguém mais próximo de se tornar seu cliente?

Toda amizade começa com um “oi”

Ninguém vai comprar de você apenas por ler um post de blog, e nem é essa a proposta.

Trata-se de um processo. Ele começa com uma dúvida da persona, que encontra a resposta no material que você produziu. A partir daí, a relação se inicia.

Podemos dizer que esse contato inicial é como o contato inicial entre 2 pessoas. Antes de se tornarem grandes amigas, precisam começar com com um simples “oi”.

Confiança se conquista, e vale muito

Conforme a relação com os visitantes do seu blog se estreita e eles passam a consumir cada vez mais regularmente o seu conteúdo, passam a adquirir maior confiança na sua marca.

Quando você menos esperar, eles estarão prontos para fornecer alguns dados de contato em troca de um material mais aprofundado, como um e-book. Em outras palavras, eles passarão a adquirir confiança na sua empresa e se tornarão leads.

Depois disso, com um bom fluxo de nutrição, ele poderá se tornar cliente dentro de algum tempo.

Experiências se compartilham, e conteúdo também

Uma das principais vantagens de investir no marketing digital é que, quando uma pessoa encontra algo que considera de valor, geralmente compartilha com outros.

Isso quer dizer que o conteúdo que você produz pode ser facilmente compartilhado com pessoas que nunca ouviram falar da sua marca antes e dar início a uma nova relação comercial.

Porém, note que isso depende diretamente da qualidade do seu conteúdo e de como ele gera valor para o público.

Pensando nisso, vamos ver como garantir que o seu conteúdo seja eficaz em gerar vendas.

6 passos para aumentar as suas vendas usando marketing de conteúdo

Agora que você já entendeu todo o processo que leva o marketing de conteúdo a ser tão eficiente para aumentar as vendas, que tal começar a traçar a sua própria estratégia?

Um planejamento desse tipo engloba várias ações. Listamos, a seguir, os 6 passos básicos para te ajudar a atingir esse objetivo:

1. Crie um blog

Você já deve ter notado, durante a leitura deste post, o imenso valor que um blog tem para o sucesso no marketing de conteúdo, certo?

Sem dúvida, essa é a forma mais prática e efetiva de começar a produzir material relevante, gerar tráfego orgânico e engajar o público com outros materiais.

Além disso, é um ótimo canal para aproximar a persona do seu produto. Por conta de tudo isso, o 1º passo a ser dado é a criação de um blog.

2. Personalize o conteúdo

Personalização é essencial se você quiser que o seu conteúdo gere vendas. Mas… o que está envolvido nessa personalização? Principalmente levar em conta o momento dos leitores no processo de compra.

No marketing de conteúdo existe o funil de vendas, que conta com 3 etapas. Para cada uma deve ser usado um tipo de material a fim de continuar mantendo os leads interessados.

O que aconteceria se você só oferecesse conteúdo iniciante para um lead que está quase pronto para comprar? Ele logo deixaria de ver valor na sua proposta.

3.  Eduque o seu público como ninguém

Eduque o seu público de uma forma que ele consiga identificar por si mesmo que a sua solução é a melhor para ele. Como? Caprichando na qualidade do conteúdo!

Se oferecer as informações mais completas, as explicações mais precisas e as ferramentas mais úteis, ele provavelmente vai acreditar quando você disser que o seu produto também é o melhor.

Quem educa bem o mercado se torna autoridade no assunto sobre o qual fala, e normalmente ganha a preferência dos clientes.

4. Expanda o alcance do seu conteúdo

Falamos bastante do blog, mas só ele não vai levar sua estratégia muito longe.

É indispensável expandir o alcance do seu conteúdo, e não faltam maneiras de fazer isso, como por meio de:

Cada um desses canais possui um papel diferente, mas crucial, para que o seu conteúdo alcance mais pessoas e seja capaz de direcionar parte delas até a venda.

5. Não pare na geração de leads

A geração de leads é uma das formas de medir o sucesso do seu planejamento de marketing de conteúdo. Mas, se esses leads não forem convertidos em clientes, os seus esforços não vão adiantar de nada.

Com isso em mente, não pense que o seu trabalho termina quando um lead é gerado. Pelo contrário: encare como sendo o momento em que ele começa de verdade.

Depois disso, a sua missão é nutrir esses leads utilizando diferentes formas de conteúdo aliadas a outras ferramentas, como a automação de marketing. Assim, no fim do dia, vendas serão fechadas.

6. Use o conteúdo para conhecer os clientes

Analise que tipo de conteúdo funciona melhor com o seu público. Quais assuntos atraem mais tráfego ou geram mais engajamento?

Como essas informações podem ser usadas para aperfeiçoar o processo de vendas ou ajudá-lo a manter os temas sempre relevantes?

As preferências da sua audiência podem ensinar bastante e indicar com precisão quais devem ser os próximos passos da sua estratégia.

O marketing de conteúdo tem um potencial incrível para ajudar em diversos aspectos de um negócio, mas contribui principalmente para o aumento das vendas.

Além disso, por meio dele, você pode criar um relacionamento mais “chegado” com os clientes e fidelizá-los por um longo tempo.

Está preocupado em apostar no marketing de conteúdo por conta de um orçamento baixo? Veja como alcançar grandes resultados mesmo investindo pouco!

_______

Produzido pela equipe da Rock Content.

_______

O Ciapipe!

O Ciapipe é um CRM de Vendas para pequenas e médias empresas, desenvolvido pela DNA de Vendas uma das maiores consultorias de vendas para aumento de produtividade e treinamento de vendas do Brasil.